14.January.2022

5 minutos de leitura

Mutações Chimera

O parasita chimera não é apenas imprevisível em mudar a paisagem durante cada Incursão, mas eles também sofrem mutações rapidamente, criando situações cada vez mais perigosas e fazendo-nos rever nossa estratégia. Ao longo de cada Incursão, seu esquadrão correrá o risco de enfrentar 1 em cada 7 mutações aleatórias atualmente conhecidas que podem causar sérios problemas aos seus Operadores ao passar pela zona de contenção.

A única maneira de combater essa ameaça é estar preparado e entender não apenas o que cada mutação faz, mas como enfrentá-las adequadamente. Neste artigo, passaremos por cada mutação em detalhes, cuidados necessários e as melhores maneiras de nos adaptarmos e passarmos por elas.


NINHOS BLINDADOS

A primeira mutação que você e seu esquadrão podem detectar na zona de contenção são ninhos de Archæans que desenvolveram uma cobertura externa extra-resistente. Estes ninhos blindados são protegidos por uma gosma seca que os tornam altamente resistentes a danos balísticos. Mesmo que você ainda possa destruir os Ninhos com armas e balas, levará mais tempo para fazê-lo.

Protocolo de ataque recomendado – Recomendamos o uso de explosivos para penetrarem na carcaça externa e destruírem os Ninhos. Derrubar de perto é mais eficiente ao encontrar essas mutações de ninho.


BLINDANDO TRANSPORTADORES DE ESPOROS

Esta mutação Chimera se manifesta como crescimentos físicos bulbosos em vários Archæans, que são de fato Esporos Ofuscantes. Estes esporos se ligarão a você e ao seu esquadrão se você chegar muito perto, obstruindo a visão e detonando para liberar uma nuvem de gás nocivo.

Protocolo de ataque recomendado – Ao se aproximar diretamente de qualquer Archæan que carregue o esporo isso acionará os sensores de proximidade do esporo e ele se prenderá ao Operador, recomendamos enfrentá-los à distância, pois os esporos cairão no chão assim que o hospedeiro Archæan for morto.


ARCHÆAN CAMUFLADO

Uma mutação incomum é uma mutação em todo o ambiente que dá origem ao Archæan Camuflado, tornando-os invisíveis e perigosos para Operadores inconscientes descobrindo uma nova área. Isso só mostra que você não pode ser muito cuidadoso na zona de contenção. Pelo lado positivo, esses caras só podem ficar camuflados enquanto estão em um estado de não-alerta. Assim que entrarem em combate, tomarem danos ou entrarem em estado de alerta, perderão sua invisibilidade.

Protocolo de ataque recomendado – Recomendamos uma abordagem tática quando você entrar em um novo submapa. Se uma área é estranhamente vazia ou silenciosa, pode haver apenas Archæans Camuflados esperando por você. Tecnologias React comuns, como Minas de Varredura, Granadas de Varredura e Vapor de Reconhecimento, podem fornecer informações sobre qualquer Archæan camuflado.


CAUSTIC SPRAWL

Outra mutação a tomar nota são as colônias de Caustic Sprawl. Ao contrário do Sprawl normal, estes secretam um coquetel de produtos químicos extremamente corrosivos que não só retardarão o movimento de um Operador, mas também danificarão continuamente qualquer pessoa em contato com o Sprawl (Dano é aplicado a cada 3 segundos).

Protocolo de ataque recomendado – Você vai querer evitar períodos prolongados de contato com Caustic Sprawl. Tenha muito cuidado com os Archæans que deixam um rastro de Sprawl, pois isso também será afetado pela mutação. Você também será capaz de destruí-lo da mesma maneira que Sprawl regular, então recomendamos limpar o caminho antes de se envolver com qualquer outra ameaça.


ESTOURO DE SPRAWL

Esta mutação faz com que todas as variantes Archæan descarreguem grandes quantidades de Sprawl, resultando em trilhas da gosma sendo deixadas para trás com o movimento dos Archæans. A mutação permite que o parasita Chimera se espalhe mais facilmente dentro do ambiente, aumentando sua velocidade enquanto desacelera os Operadores.

Protocolo de ataque recomendado – Como não há uma maneira eficaz de evitar o Sprawl, o melhor é estar preparado para a mobilidade reduzida do seu esquadrão e o aumento da mobilidade dos Archæans.


LODO ESPONTÂNEO

Das várias mutações, esta pode ser descrita como terrível. Alguns Archæans quando mortos formam uma piscina de Lodo preto. O Lodo se moverá em direção a qualquer perturbação quando alertado e apunhalar a ameaça com tendões extensíveis, ele também pode se fracionar e recombinar quase indefinidamente, a menos que seja destruído.

Protocolo de ataque recomendado – Recomendamos mirar nos pontos fracos dos Archæans, pois os farão "obliterar" em moléculas componentes, não em piscinas de Sprawl, tornando impossível formar o Lodo.


NÉVOA CHIMERA

Essa mutação permite que colônias de células Sprawl produzam e liberem uma névoa gasosa espessa que cobre o mapa e reduz a visibilidade. As variantes Archæans não são afetadas pelo gás, mas para o seu esquadrão, prejudicará severamente o alcance de visão fora de um raio de 3 metros.

Protocolo de ataque recomendado – A visibilidade reduzida exige um reconhecimento cuidadoso do ambiente. Aproxime-se com cautela e tente usar habilidades ou tecnologia REACT que lhe permitirão explorar uma área antes de se aproximar como as Granadas e as Minas de Varredura.

Compartilhar